Os Olivais

Os Olivais

Acreditamos que os nossos azeites são a verdadeira expressão da nossa terra. Com origem no Alentejo, nascem de oliveiras plantadas ao longo dos tempos, que tanto nos ensinam e inspiram todos os dias. Valorizamos as variedades autóctones e extraímos o azeite no nosso lagar, na Herdade do Esporão, recorrendo a métodos e processos sustentáveis, com o máximo respeito pelas pessoas e natureza.

Situada no Alentejo, a Herdade do Esporão apresenta condições únicas para a agricultura. A aposta no azeite iniciou-se em 1997 e, actualmente, estão plantados cerca de 100 hectares de olival, com quatro variedades de azeitona distintas, em modo de produção biológico.

Tudo começou com a plantação do Olival dos Arrifes, na Herdade do Esporão, em 2007. O nome Arrifes nasce do facto deste olival de cerca de 80ha estar plantado numa zona de arrifes, com solo rochoso, tornando a oliveira mais resiliente, num ecossistema equilibrado e rico em biodiversidade. Em modo de produção biológico desde o primeiro momento, é composto por duas variedades de azeitona, a Arbequina e a Cobrançosa, esta última variedade originária de Trás-os-Montes bem-adaptada ao Alentejo e que origina azeites frutados predominantemente herbáceos e frescos, como a relva acabada de cortar.

Olival dos Arrifes
Junto da emblemática Torre da Herdade do Esporão, encontra-se um pequeno olival centenário, que também é certificado em modo de produção biológico. Um olival com a variedade de azeitona Galega, a mais antiga e emblemática de Portugal. A Galega tem tendência para produções irregulares e, apesar de ser de produtividade elevada, é uma azeitona com um baixo rendimento. Deve ser apanhada verde para azeites de alta qualidade, com características únicas como a doçura e as notas de maçã e frutos secos.
Olival da Torre do Esporão
Em 2019 plantámos cerca de 9ha de olival, também em modo de produção biológico, dedicado à variedade Cordovil. Originária da região de Serpa ou de Elvas, é uma variedade produtiva, mas pouco regular, que origina azeites frutados intensos com grande predominância de aromas herbáceos, como a folha de oliveira e couve portuguesa, mas complexa.
Olival de Cordovil
Na Quinta dos Murças, no Douro, contamos também com um olival, em modo de produção biológico, de cerca de seis mil pés de oliveiras (20 hectares), marcados pelas diferentes altitudes, exposições solares, solos xistosos e pelo clima característico do vale do rio Douro. Neste olival estão plantadas as variedades de azeitona Galega e Negrinha de Freixo.
Olival Quinta dos Murças
Para além de produção própria, o Esporão é parceiro de mais de 60 produtores locais de azeitona, que nos ajudam a preservar as variedades autóctones e os olivais tradicionais do Alentejo.

Os azeites Esporão nascem durante a campanha da azeitona, entre Outubro e Dezembro, mas a sua produção é feita ao longo do ano no acompanhamento diário do trabalho no campo nos nossos territórios e no dos nossos fornecedores.