BICO AMARELO: Um vinho leve e refrescante para todas as ocasiões

BICO AMARELO: Um vinho leve e refrescante para todas as ocasiões

Para percebemos se Bico Amarelo é um branco ou um verde temos de ir até ao Minho, onde existe uma denominação que se chama Vinho Verde.

Nesta região, como em qualquer outra região portuguesa, produzem-se vinhos brancos e tintos.

Ao longo do tempo, os vinhos aí produzidos começaram a ser conhecidos como “Vinhos Verdes”, apesar de serem brancos, tintos, rosados ou espumantes.

Por isso, quando lhe disserem que Bico Amarelo é um vinho verde feito a partir de três castas da região do Vinho Verde (Loureiro, Alvarinho e Avesso), responda que na verdade “é um branco da região do Vinho Verde.

Bico Amarelo é um vinho branco da região do Vinho Verde, leve e refrescante.

Para isso muito contribui o facto de, ao contrário do que é o perfil habitual da região, não ter gás ou açúcar.

É um vinho cuja acidez natural o torna vibrante e jovial, sendo a companhia perfeita para uma conversa à beira da piscina, para aqueles momentos em que estamos à volta da grelha ou para acompanhar refeições leves, peixes grelhados, massas e saladas.

Não conseguimos imaginar melhor companhia para os dias quentes que se adivinham.

Um vinho branco, nascido na região do Vinho Verde, chamado Bico Amarelo.

Esta feliz combinação de cores só tem paralelo na combinação das três principais castas da região que utilizamos para o fazer.

São as melhores da região, cuidadosamente acompanhadas na vinha durante todo o ano para que lhe chegue à mesa este vinho fresco, vibrante e refrescante, que representa na perfeição o território de onde é natural.