Azeites

Azeite Biológico Olival dos Arrifes

2015 2014

Azeite Virgem Extra Biológico

Conceito do Azeite

Azeite produzido a partir das variedades de azeitonas Cobrançosa e Arbequina, em modo de produção biológico, e de um olival da Herdade do Esporão. Existe uma criteriosa selecção dos frutos desde o campo até ao lagar, obtendo-se desta forma um azeite de terroir, pleno de aromas e de sabores.

Prémios

2016, OLIVINUS – Gran Prestigio Oro

Olival

Produção Biológica

Plantado em solos pedregosos da Herdade do Esporão, o olival dos Arrifes tem um compasso de 7×5 m e uma área total de 80,41 ha, sendo 56,68 ha da variedade Cobrançosa e 23,73 ha da variedade Arbequina. O olival está certificado em Modo de Produção Biológica desde 2009, com o objectivo de estabelecer um sistema de agricultura sustentável que permita a obtenção de azeitona de elevada qualidade e cujos processos produtivos não sejam nocivos para o ambiente e saúde humana, fomentando ainda a biodiversidade do ecossistema.

Todo o olival é regado com um sistema de rega gota-a-gota, sendo monitorizada para o uso eficiente da água. A conservação do solo é efectuada recorrendo-se à manutenção do coberto vegetal existente.

Variedades

Arbequina, Cobrançosa

Campanha

Esta campanha caracterizou-se por um Verão seco, com temperaturas elevadas, condições climáticas que se prolongaram até meados do Outono, provocando um fraco desenvolvimento da mosca da azeitona. As temperaturas elevadas perduraram até inícios do mês de Dezembro, obrigando muitos dos nossos fornecedores a regarem o olival em zonas onde a colheita estaria mais atrasada. Essas temperaturas, anormalmente elevadas, associadas a alguma humidade, criaram condições excelentes para o desenvolvimento da gafa, doença essa que é muito prejudicial à qualidade da azeitona. Foi um ano de boa produção, com uma maturação precoce e altos rendimentos, onde o início e a rapidez da colheita foi determinante para a obtenção de azeites de alta qualidade, iniciando-se a apanha no início de Outubro e terminando no último dia de Dezembro.

Produção

A colheita foi efectuada manualmente com o auxílio de vibradores manuais. O transporte da azeitona foi feito em reboques, separadas por variedades e recebidas no lagar no mesmo dia da colheita, sendo imediatamente processadas.

A extracção inicia-se com a moenda rápida dos frutos. A seguir à moenda a pasta resultante é sujeita a um batimento lento de forma a permitir a saída do azeite das células da polpa, sem adição de qualquer temperatura.

A pasta segue para o decanter onde é separado o azeite do bagaço de azeitona e da água, resultando um azeite ainda com alguma humidade e impurezas.

O azeite é limpo por centrifugação, estando desta forma pronto para ser filtrado e embalado.

Todo o processo decorre sob temperatura inferior a 27ºC, de forma a que, durante a extracção, não se percam os aromas dos frutos originais. Por ser um azeite de produção biológica requer uma criteriosa separação desde o campo até à garrafa.

Mais Detalhes

Produção Anual

15.000 Lt

Visual

Tonalidade esverdeada resultado da utilização de azeitonas verdes.

Olfativo

Muito equilibrado com um frutado médio, erva recém-cortada, tomate verde, casca de banana e amêndoas.

Gustativo

Harmonioso, complexo, ligeiramente picante e amargo, ligeiramente adstringente, com um final de boca que lembra frutos secos.

Utilização e Harmonização

Para pessoas que procuram um produto genuíno pleno de sabores. Deverá ser usado em frio, ideal para legumes cozidos, cozinhados ao vapor ou grelhados, peixes magros e saladas diversas.

Acidez Máxima

0.2°

Formatos

250 ml   ·   500 ml   ·   3 l

Conservação

Para melhor preservação das características deste azeite natural, recomenda-se a sua conservação em local fresco e protegido da luz.